Brechós – Vancouver

brecho_duchese_-3

Sim, a viagem para Vancouver já acabou, mas ainda ficaram aqueles temas que não tem como a gente deixar passar em branco por aqui.  Um deles é sobre os brechós super legais que visitei por lá!

Sempre adorei conhecer novos brechós e nessa viagem essa era uma das minhas expectativas pelas cidades que passei. Percebi que em Vancouver eles dão muito valor para os produtos de segunda mão, que também faz parte do clima sustentável que a cidade tem – afinal, prolongar a vida útil das roupas ainda é a maneira mais sustentável de consumir moda até hoje. Por isso resolvi fazer uma listinha dos meus brechós preferidos da cidade.

O primeiro que quero destacar aqui foi um que passei algumas vezes durante o mês que estive lá de tanto que gostei! O nome dele é Community, um brechó relativamente pequeno, mas com uma curadoria de peças incrível. Lá você pode encontrar roupas com uma pegada super fashion até aquela mega vintage com uma carinha de anos 20. Fiquei doida nos jeans que eles tem. Tudo com um preço camarada e super bem conservados. Lá também vendem uma ecobag super fofa, pra completar o seu ato de compra responsável. Ele fica em uma região da cidade que já carrega em si todo esse clima vintage e que conta com lojas, bares e cafés mais legais da cidade , o bairro de Gastown – que inclusive ganhou um post especial só para ele aqui no blog. Ah, a Community tem duas unidades, uma de roupas femininas e uma de masculinas, que ficam bem pertinho uma da outra!

brecho_community_-2

brecho_community_-4

brecho_community_-5

brecho_community_-6

brecho_community_-1

O segundo da minha listinha é o Hunter & Hare Clothing, uma lojinha super fofa que, além de vender roupas usadas, vendem produtinhos feitos à mão por produtores locais. São canecas, capinhas de celular, colares, pratinhos de cerâmica… Tudo no maior capricho e de super bom gosto! A loja, que começou com um blog, procura valorizar o trabalho local e servir de espaço para essas mentes tão talentosas exporem os seus trabalhos e fortalecerem o laço com as comunidades locais. Um ambiente super inspirador em que as pessoas nitidamente fazem o que amam e que colocam em prática ótimas ideias que contribuem para o desenvolvimento dos trabalhadores da cidade. A Hunter & Hare Clothing tem dois endereços em pontos super bem localizados de Vancouver. Por lá eu comprei essa bomber super florida que eu estou usando nessas fotos – e em vários outros momentos da vida! 🙂

blog_hunter_-3

blog_hunter_-2

blog_hunter_-4

blog_hunter_-5

Outro brechó que você não pode deixar de visitar quando for para lá é o Duchesse. Esse também fica em Gastown e é um amorzinho de lugar. Fica em um imóvel pequeno, mas a decoração de lá faz valer cada metro quadrado. Tem tanto roupas quanto artigos de decoração e discos. Impossível sair de lá sem se encantar por alguma coisa!

brecho_duchese_-7

brecho_duchese_-6

brecho_duchese_-5

brecho_duchese_-4

brecho_duchese_-2

brecho_duchese_-1

E pra fechar, outro brechó que me chamou a atenção foi o Mintage. Esse já tem uma estrutura um pouco maior e da para perdermos umas boas horinhas por ali. Tem desde roupas até produtos de decoração, tudo super bem selecionado e cheio de história. As peças ficam bem setorizadas e divididas até por coloração, uma ótima maneira de encontrar o que quer quando se tem muitas opções! O Mintage fica em uma rua super interessante de Vancouver, na Commertial, onde você também pode aproveitar a ida e comer em um dos diversos restaurantes gostosos que tem por lá!

blog_mintage_-2

blog_mintage_-4

blog_mintage_-1

blog_mintage_-3

blog_mintage_-7

blog_mintage_-5

blog_mintage_-6

Adoraria ter tido mais tempo para conhecer os tantos outros brechós legais que fiquei sabendo que existem em Vancouver. Mas as viagens são assim, temos que fazer algumas escolhas e, automaticamente deixar de fazer outras, como tudo na vida. Mas o mais importante é viver intensamente aquelas que foram feitas, e isso não tenho dúvidas que fiz por lá!

Vou deixar aqui os sites com os endereços certinhos dos brechós para vocês anotarem na listinha quando forem à Vancouver:

Gastown – o centro antigo de Vancouver

blog_1

Como já falei por aqui, acredito que andar de bicicleta seja uma ótima maneira de conhecer uma cidade. Andamos mais atentos, conseguimos ir para vários lugares no mesmo dia, percebemos cheiros, sentimos o vento e tudo mais passando ao nosso redor. E foi com essas rodinhas no pé que fizemos mais um passeio super gostoso por aqui.

blog_montagem2

blog_6

blog_montagem1

Saímos de West End – bairro onde minha irmã mora –  e contornamos grande parte da baía pela Sea Wall até o centro, mais especificamente para Gastown, região portuária e também o  bairro  mais antigo da cidade. Andar por ele é conhecer um pouco da identidade de Vancouver e também se encantar com os detalhes e o charme que as construções antigas tem. É uma misturinha boa do passado com um toque de modernidade, sem perder o cuidado e sempre valorizando a história do local.

Processed with Snapseed.

Processed with Snapseed.

Por lá caminhamos bastante, entramos em algumas lojinhas de marcas locais, como a Hey Jude, Meadow, Hunter & Hare, Lululemon Lab e The Latest Scope, conhecemos alguns brechós super legais – que vão ganhar um post especial por aqui 🙂 – e paramos em um café muito fofo e todo charmosinho daqui, o Nelson & Saeguls, onde pedimos um chá para esquentar o corpo nesse outono!

blog_2

blog_montagem5

blog_4

Tiramos o dia para explorarmos o bairro e quando o sol estava começando se por, pegamos nossas bicicletas de novo e pedalamos até outra parte da baía, onde pudemos ver lá do outro lado o centro da cidade e por traz dele um por do sol lindo, com os raios refletindo nos grandes prédios espelhados e ainda iluminando o mar bem na nossa frente. Eu sei que é um acontecimento diário, mas eu sempre me impressiono e não me canso de olhar as cores e a beleza desse momento.

blog_11

blog_12

blog_9

blog_13

blog_15

blog_14

A noite chegou e aproveitamos para voltar para Gastown comer alguma coisinha e registrar o bairro com as luzinhas acesas, que fica ainda mais charmoso!

blog_30

blog_montagem3

blog_27

blog_25

blog_29

blog_28

blog_26

Voltamos para casa de bike. Confesso que foi uma das poucas vezes que fiz isso a noite e adorei! Depois de um dia cheio como esse o corpo já esta cansado, mas a sensação boa de horas bem aproveitadas não deixa o sorriso sair do rosto.

Lynn Canyon Park – Vancouver

blog_8

De volta a Vancouver, aproveitamos o solzinho que ainda estava presente e fizemos um passeio pelo Lynn Canyon Park, um parque com aproximadamente 2.400 km2 e com um rio de águas cristalinas que corta toda a área, formando diversas cachoeiras. Uma beleza de tirar o fôlego e que nos faz refletir sobre o quão poderosa e impressionante é a natureza. O parque também conta com uma ponte suspensa a 50 metros de altura do Canyon, com vista pra uma das maiores quedas do parque. Dá até um friozinho sentir o balanço que ela faz.

blog_2

blog_10

blog_13

blog_9

Fizemos caminhadas pelas trilhas locais que são super bem sinalizadas e com plaquinhas que te mostram aonde você está, tudo indicado para não se perder. É incrível ver a altura das árvores e as cores tão vibrantes das folhas agora no outono.

blog_11

blog_5

blog_4

blog_6

E no final dessa caminhada escolhemos parar em um dos pontos as margens do rio que era cheio de pedras, um ótimo lugar para sentar, curtir aquele visual e também fazer um picnic!

blog_15

blog_16

blog_19

blog_22

Um dos destinos mais comuns nos guias turísticos de Vancouver para esse tipo de passeio é o Capilano Suspension Bridge, um parque que também se destaca por ter nele uma grande ponte suspensa, porém considero o Lynn Canyon Park uma ótima alternativa para quem não quer gastar – pois a entrada é gratuita – e também curtir o ambiente de forma mais calma e com menos movimento.

Uma das coisas que o pessoal daqui da costa Oeste do Canadá mais gosta é de fazer trilhas pelas florestas lindas da região, e essa é só uma das opções dos diversos parques que você pode encontrar por aqui!

blog_12

blog_14

blog_20

Lancheira e mochila: Maria Tangerina

 

Rodinha no pé: Vancouver – Canadá

blog_1

Passei algumas semanas sem postar muito por aqui, mas foi por um bom motivo! Estava nos preparativos para as minhas férias 🙂 Foram dias e dias organizando essa viagem super legal e cheia de conteúdo interessante para mostrar para vocês!

Pra quem me acompanha no Instagram (@flaviaribeiro) já viu que acabei de chegar em Vancouver, cidade localizada na costa Oeste do Canadá. Vim para visitar a minha irmã e meu cunhado – que já moram aqui há 6 anos – e também curtir o clima local que, alem de muito tranquilo, carrega em si uma identidade única.

blog_12

blog_11

blog_8

blog_14

blog_13

Uma das coisas que eu mais gosto daqui é o fato da cidade ter atrações para todos os gostos. Tem praias, montanhas, trilhas em meio a floresta, tem um centro com restaurantes de vários países e lojinhas super movimentadas. Por ser uma local que recebe muitos imigrantes, temos aqui diversas culturas que resultam em um povo acolhedor e receptivo ao diferente, tornando a cidade plural e aberta para o novo.

No primeiro dia tirei sorte grande e fez sol o dia todo! E foi inspirada por esse dia tão lindo que resolvemos fazer um passeio de bike pelo Stanley Park, o maior parque urbano do Canadá, onde pedestres e ciclistas passeiam por suas trilhas tanto em meio a mata nativa quanto na beira do mar. Uma ótima dica para quem gosta de estar em contato com a natureza e ainda por cima se exercitar!

blog_6

blog_9

blog_5

blog_7

Outra coisa legal que descobri por aqui é que a Vancouver tem trabalhado para ser a cidade mais sustentável do mundo até 2020. Já existe um plano de ação com as metas traçadas e algumas delas já aplicadas pela cidade, como a redução de carros nas ruas, programa de compostagem residencial e o estudo de desenvolvimento da densidade urbana. Não é de hoje que a cidade ganha destaque por seu jeito inovador em questões ligadas a sustentabilidade, acessibilidade e inclusão. Então nada melhor que acompanhar de pertinho essas mudanças e planos e contar como tudo isso acontece por aqui!

blog_15

blog_4

blog_16

blog_2

A viagem mal começou e já estou super animada! Venham curtir e participar desses momentos comigo 🙂