Pausa para o café com: Na.Loo

blog_ (11) (1)

Aproveitando minha temporada no Rio de Janeiro, tenho procurado me aproximar das novas marcas daqui, sentir esse movimento mais consciente e até mesmo sustentável que a cidade tem.

Com foco nessas pesquisas, conheci uma marca cheia de estilo, graça e muita leveza, a Na.Loo. Nova no mercado, a marca conta com peças atemporais e de caimento muito gostoso. Ela é perfeita para aqueles dias de muito calor que queremos sair bonitas, com roupas super confortáveis e fresquinhas. Confesso que tenho muita dificuldade de me sentir bem nesse rio40graus, e vou te dizer que estou amando esse vestido que recebi deles para esses dias de muito sol!

E foi querendo conhecer ainda mais sobre a marca que em tão pouco tempo já vem conquistando seu espaço, chamei a Anna – criadora de tudo isso – para um bate papo. Veja só o que ela conta:

blog_ (2) (3)

Vida de Amora: Fale um pouco sobre você, sua formação e como começou a Na.loo. Você tem parceiros nessa caminhada com a marca?
Na.Loo: Trabalho há alguns anos em uma marca de roupas femininas carioca e ao longo desse tempo diversos questionamentos pessoais em relação ao meu futuro profissional começaram a surgir. Senti a necessidade de ter algo meu, que realmente falasse a minha língua e tivesse de acordo com o que eu acredito. Por questões financeiras e burocráticas muitas vezes a tarefa de tirar um plano do papel ou da cabeça acaba sendo mais difícil que o esperado, mas o movimento de pequenos empreendedores ganhando cada vez mais adeptos me deu uma injeção de ânimo e resolvi que era a hora de começar. A NA.LOO é um projeto meu mas que jamais teria saído do papel se não fosse o apoio dos meus pais e o trabalho dedicado de amigos que embarcaram comigo nesse sonho fazendo modelagem, agitando produção, marketing, fotos, design…
V.A.: Qual a sua maior inspiração na hora de criar uma coleção?
N.L.: A rua. Seja o que vejo em viagens, na internet, pelas ruas do Rio… Minha inspiração não vem apenas de outras roupas, mas de um comportamento, de um perfil.
blog_ (3) (2)
V.A.: Qual a principal mensagem que pretende passar através da Na.loo?
N.L.: Estamos vendo que o modo de consumir está mudando. Fazer peças lisas e atemporais nos encaixa nessa mudança de padrão em que as roupas podem ser usadas por mais tempo sem os modelos ficarem datados, ultrapassados. E uma das mensagens mais importantes é de que o bonito não precisa ser caro.
V.A.: Quais a alegrias e dificuldades de ter uma marca própria para você?
N.L.: Ainda estou conhecendo os dois lados da moeda por ser uma marca bem nova. Mas acredito que as alegrias são a realização de ver um sonho em forma de roupa sendo usado por outras pessoas e conseguir fazer o meu trabalho sempre com prazer.
Já as dificuldades são a instabilidade e o mercado que pode ser cruel principalmente com iniciantes. Muitas vezes é difícil se posicionar, se colocar em competição com outras marcas já construídas.
blog_ (5) (2)
V.A.: Onde podemos encontrar suas peças? Vocês têm venda online?
N.L.: Por enquanto contamos apenas com nossa loja online. Planos para pontos de venda físicos existem mas estou deixando pro médio prazo.
V.A.: Se a Na.loo fosse uma pessoa, como ela seria?
N.L.: A NA.LOO seria uma mulher com estilo próprio, que não é muito apegada a tendências. Ela tem espírito jovem e está sempre pronta para qualquer situação. Ela diz “pro” que veio.
blog_ (9) (1)
Adoro quando as peças são pensadas no atemporal, no que dura e que nunca “sai de moda”. Comprar com consciência também é saber que aquela peça será usada muitas e muitas vezes e por um longo espaço de tempo.
blog_ (1) (2)
Ficou curiosa para ver todas as outras maravilhas que a marca tem? Entra nas redes sociais dela e acompanhe tudinho:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *