Seattle’s Streets

blog_4

Desde que planejei a minha ida para Vancouver começamos a pesquisar quais cidades ao redor seriam legais conhecer. Depois de algumas olhadinhas no Google, nos encantamos com a história e a beleza de Seattle. E foi aqui que resolvemos passar três dias e provar tudo de mais interessante que a cidade tem.

blog_5

blog_8

blog_10

Seattle é a maior cidade americana do estado de Washington. Localizada na baía de Elliott – na costa do Oceano Pacífico – se encontra perto da fronteira com o Canadá. Assim como Vancouver, Seattle também é uma cidade dinâmica, cheia de opções de turismo em qualquer época do ano.

E quando o assunto é música, Seattle tem muita história pra contar. O movimento grunge tem suas raízes na cidade. Por aqui surgiram bandas como Nirvana, Pearl Jam e Alice in Chains. O guitarrista Jimi Hendrix e artistas do jazz como Ray Charles e Quincy Jones também fazem parte dessa lista.

blog_9

blog_2

blog_7

blog_6

Inspirada pela essência urbana e cultural tão forte da cidade, o roteiro do dia começou por uma caminhada pela 10th Avenue, que nos levou a um dos cafés mais charmosos da cidade, o Odd Fellows. Atravessando a rua a gente logo se depara com a Everyday Music, uma loja de discos super antiguinha e cheia de clássicos.

blog_24

blog_21

blog_1

blog_26

blog_12

blog_23

blog_22

Logo em seguida pegamos um ônibus e fomos para Fremont, bairro afastado de Downtown e que se orgulha pelo seu jeitinho esquisito de ser. Já foi considerado o centro da contracultura, bairro dos artistas e hoje é abrigo para muitos produtores locais. Por lá visitamos restaurantes veganos, lojas de pequenas marcas de Seattle e o Fremont Vintage Mall, um brechó/antiquario que nos fez viajar no tempo.

blog_13

blog_14

blog_15

blog_16

E para fechar as dicas de lugares para visitar pela região, fomos ao Gas Works Park. Local onde se encontrava a antiga sede da Seattle Gas Ligth Company, que 1982 foi adquirida pela cidade de Seattle para fins de recreatividade pública – e por aqui ninguém pensa em privatizá-lo! 😉

blog_20

blog_19

blog_3

blog_18

blog_17

Um dia de sol, caminhadas e muitas descobertas. Feliz em poder compartilhar um pouco do meu olhar sobre essa cidade tão cheia de história com vocês!

Rodinha no pé: Vancouver – Canadá

blog_1

Passei algumas semanas sem postar muito por aqui, mas foi por um bom motivo! Estava nos preparativos para as minhas férias 🙂 Foram dias e dias organizando essa viagem super legal e cheia de conteúdo interessante para mostrar para vocês!

Pra quem me acompanha no Instagram (@flaviaribeiro) já viu que acabei de chegar em Vancouver, cidade localizada na costa Oeste do Canadá. Vim para visitar a minha irmã e meu cunhado – que já moram aqui há 6 anos – e também curtir o clima local que, alem de muito tranquilo, carrega em si uma identidade única.

blog_12

blog_11

blog_8

blog_14

blog_13

Uma das coisas que eu mais gosto daqui é o fato da cidade ter atrações para todos os gostos. Tem praias, montanhas, trilhas em meio a floresta, tem um centro com restaurantes de vários países e lojinhas super movimentadas. Por ser uma local que recebe muitos imigrantes, temos aqui diversas culturas que resultam em um povo acolhedor e receptivo ao diferente, tornando a cidade plural e aberta para o novo.

No primeiro dia tirei sorte grande e fez sol o dia todo! E foi inspirada por esse dia tão lindo que resolvemos fazer um passeio de bike pelo Stanley Park, o maior parque urbano do Canadá, onde pedestres e ciclistas passeiam por suas trilhas tanto em meio a mata nativa quanto na beira do mar. Uma ótima dica para quem gosta de estar em contato com a natureza e ainda por cima se exercitar!

blog_6

blog_9

blog_5

blog_7

Outra coisa legal que descobri por aqui é que a Vancouver tem trabalhado para ser a cidade mais sustentável do mundo até 2020. Já existe um plano de ação com as metas traçadas e algumas delas já aplicadas pela cidade, como a redução de carros nas ruas, programa de compostagem residencial e o estudo de desenvolvimento da densidade urbana. Não é de hoje que a cidade ganha destaque por seu jeito inovador em questões ligadas a sustentabilidade, acessibilidade e inclusão. Então nada melhor que acompanhar de pertinho essas mudanças e planos e contar como tudo isso acontece por aqui!

blog_15

blog_4

blog_16

blog_2

A viagem mal começou e já estou super animada! Venham curtir e participar desses momentos comigo 🙂

Rio de Janeiro: Dia 4 – A Convenção

O quarto e último dia no Rio de Janeiro foi para lavar a alma, renovar a energias e começar o novo ciclo no trabalho com o pé direito! Esse foi o dia da Convenção – festa de lançamento da coleção de inverno da Farm, com direito a desfile, shows e muita energia boa rolando solta.

Como contei rapidinho no primeiro post da série, eu, Mandi e Thay fomos convidadas para nos juntarmos ao time de modelos que iriam desfilar na Convenção! 🙂 Foi uma alegria muito grande receber essa notícia e saber que iríamos participar bem de pertinho desse momento tão especial para a marca. A partir de então nossas cabeças eram só planos. Programamos toda a viagem e ficamos contando os dias para embarcar.

E nesse dia tão esperado levantamos antes mesmo do sol raiar, arrumamos nossas coisas e fomos para o Clube Lagoinha, em Santa Teresa. Lá a equipe já estava toda montada: make, cabelo, modelos e produção. Enquanto éramos arrumadas, uma outra equipe super ligeira e talentosa se encarregava de acertar os últimos detalhes da decoração da festa. Flores por todos os lados, boias na piscina, cantinhos decorados com peças da nova coleção. Tudo nos fazia emergir nesse universo encantador que só a Farm tem.

No backstage, começaram a produção pelo meu cabelo. Enquanto me arrumavam eu estava de costas para o espelho. Só sentia o secador indo para um lado, o babyliss para o outro e tcharamm! Lá estava eu com as madeixas lindas e onduladas, como eu adoraria que fosse após qualquer lavagem de cabelo. Depois disso fomos para a make. Vou confessar uma coisa: eu adoro ser maquiada. Mas nem tanto para ficar bonita e toda arrumada, o que eu gosto mesmo é de sentir aqueles pincéizinhos passando sobre meu rosto, fico ali sentada de olhos fechados e quase pegando no sono toda vez. A maquiagem ficou do jeito que eu gosto, leve e natural, tudo a ver com a atmosfera da marca: um delineado marrom bem levinho e a pele super bem feita e iluminada.

Depois de make e cabelo prontos fomos para a salinha onde estavam as nossas roupas. E foi ai que o frio na barriga começou a aparecer! Fui olhando para os lados e vendo tudo aquilo criar forma, todas as meninas lindas e já vestidas com as roupas da nova coleção <3 Mas nessa hora respirei fundo e voltei minha concentração para o que estava por vir!

Coloquei o primeiro look e fui para a fila que estava formada já na ordem de entrada. Aguardamos o encerramento do discurso de apresentação da coleção para os convidados e em seguida começa a música tema da convenção. Nessa hora não teve o que segurasse o nervoso! Mas ao ver as meninas indo tão leves e sorridentes não tive como entrar de outra forma. Dei a minha voltinha da piscina com as perninhas ainda um pouco trêmulas de emoção, mas fui! Muito gostoso sentir os olhares das pessoas e ver como estavam curtindo aquele momento tanto quanto eu. O final da passarela nos levava para aquela mesma salinha, onde me troque bem rápido para a segunda entrada. Dessa fez fui acompanhada de uma modelo belga linda e loira e da minha amiga e companheira de viagem, Mandi. Acho que por estar acompanhada me senti muito mais segura. Depois disso nos reunimos todas para a volta final. Nesse momento foi pura emoção. Palmas, risos e choros emocionados da equipe que fez tudo aquilo acontecer tomou nossos corações e fez daquele momento algo ainda mais especial. A partir dai foi só alegria! Música boa, comidinhas e bebidas delícia para dar aquele gás e muita gente animada para mostrar que aquela festa estava apenas começando!

E a festa seguiu assim: quando pensávamos que já estava bom, acontecia algo melhor. E foi com essa a sensação que vimos Criolo, Dan Dan e DJ Marco entrando no palco. Em um show de quase uma hora, ele fez a alegria de quem estava ali assistindo. E para fechar com chave de ouro e fazer todo o pessoal sair do chão, o bloquinho Amigos da Onça antecipou o carnaval e encerrou a festa da melhor forma possível!

Foi um dia inteiro de surpresas, alegrias, emoções e novidades. Os melhores sentimentos acontecendo de uma vez só!

E assim nos despedimos do Rio. Depois de 4 dias de muita inspiração, vivendo intensamente o universo da Farm, aprendendo com pessoas que admiro muito e sentindo todo calor que o Rio de Janeiro e os cariocas tem pra oferecer. Embarcamos de volta pra São Paulo com o coração quentinho e a cabeça cheia de boas ideias. A equipe da Farm eu só a agradecer, foram dias incríveis e que estarão pra sempre na memória!

Fotos: I hate flash.

Rio de Janeiro – Dia 3

blog_9 (1)

blog_8 (1)

Mesmo sendo uma viagem a trabalho, ganhamos uma colher de chá e tivemos o sábado livre para aproveitarmos toda a beleza que o Rio de Janeiro tem.

Logo cedo eu e a Mandi (stylist da Farm do shopping Higienópolis, que estava hospedada comigo) já estávamos de pé para aproveitar bem o dia. Nos arrumamos e fomos caminhando até a praia do Leblon, que ficava a algumas quadras do hostel que estávamos. Tomamos um café da manhã na beira da praia e pegamos uma dessas bicicletas do Itaú para conhecermos a cidade da forma mais agradável possível: com vento no rosto e vista pro mar. Pedalamos pela praia do Leblon, Ipanema e Copacabana, com direito a algumas paradinhas para tomar uma água de coco e curtir mais ainda o visual. Nosso destino era a praia do Leme, onde encontramos a Thay – stylists de São Paulo que estava com a gente nessa viagem.

Tomamos sol, papeamos, tiramos fotos, comemos o clássico biscoito Globo e tomamos chá Matte de galão. Tudo em ótima companhia e com uma vista maravilhosa. No meio do dia tomamos aquele açaí esperto para repor as energias e voltamos para o hostel para fazer um passeio que queríamos muito: visitar o Jardim Botânico.

Logo na entrada do jardim já dá para ver ao lado o Cristo Redentor, o que deixou tudo aquilo ainda mais simbólico e especial. Caminhamos pelo jardim como duas turistas mesmo, fotografando tudo e com o olhar atento a todos os detalhes.

Depois de muitas voltas, o sol começou a se por e a fome apareceu. Foi aí que avistamos o Lá Biciclette, charmoso restaurante que fica no espaço Tom Jobim, dentro do Jardim Botânico mesmo. Fomos muito bem atendidas e fechamos o dia com um jantar muito gostoso em um ambiente super agradável.

Essas foram as nossas escolhas para um dia como turistas no Rio! A cidade é muito rica e cheia de coisas boas para viver. É claro que ficou aquele gostinho de quero mais, mas nesse pouco tempo já deu para sentir o clima carioca e absorver muita coisa legal sobre a cidade.

Rio de Janeiro – Dia 2

O segundo dia trabalhando pela Farm no Rio foi de criação!

Nos reunimos na loja do centro do Rio de Janeiro, uma das maiores da cidade, para criarmos uma ambientação toda nova para a coleção que estava chegando. Orientadas pela diretora de visual Flávia Miranda e pela diretora de VM Natalia Coutinho, fomos separadas por setor e montamos araras, mesas, paredes, box, carrinho e vitrine. Tudo ali foi pensado em cima de diversas referências coletadas ao longo do desenvolvimento da coleção para resultar em uma loja toda coesa com a identidade dessa temporada.

Nessas referências víamos muito o orgânico e o geométrico como inspiração. Foram caixas e caixas de flores e folhas para criarmos em cima desse conceito. Usamos alguns objetos como caixinhas e espumas retangulares e quadradas nas mesas para deixar bem nítido essa geometria. Nas paredes também foram criadas linhas bem direcionadas formando uma composição que levou toda a atenção para os produtos em destaque. Já a parede principal foi regada de flores para acompanhar o vestido mais leve e florido da coleção.

É muito gostoso participar desse processo de criação e perceber que tudo aquilo tem um sentido e que todos os cantos tem uma história pra contar. No processo de criação temos muita abertura para sugerirmos coisas novas e nesse dia em específico, foi muito legal estar junto da equipe do Rio e poder absorver muito o critério de montagem das meninas. Como disse antes, tudo tem um sentido, então temos que entender bem a proposta passada para desenvolvermos em cima daquela ideia.

O resultado final vocês podem ver nas fotos acima! Uma loja linda e leve, como a coleção toda foi pensada!

 

Fotos: Rebecca Maia (Instagram: @rebecca_maia)