Aprendendo a respeitar o meu tempo, o aprendizado do ano que se passou

foto_flaviaribeiro_intercambio

Todo começo de ano coloco nesse espaço um pouco do que foi o ano que se passou. Dessa vez vim até um pouco atrasadinha, pois já estamos no fim de janeiro, mas confesso que estou seguindo um dos meus maiores aprendizados de 2018: aprender a respeitar o meu tempo.

O ano passado foi um dos anos de maiores mudanças na minha vida. Conquistei sonhos profissionais, passei por sustos que me fizeram crescer um bocado, me mudei de país e conheci um novo amor. Tudo em uma intensidade e velocidade tão grande que muitas vezes não me permitiram degustar as sensações, estava apenas vivendo, agindo e vivendo, em um looping que só se encerrou meses depois que cheguei aqui em Dublin.

Vir pra cá me fez respirar, fez eu ver minha vida quase que de um outro ponto de vista, como se tivesse assistindo tudo que passou e entendendo o porquê de cada coisa. E como foi difícil e bonito ao mesmo tempo esse processo. Passei a dar muito mais valor para tudo que tinha, não que antes não desse, mas daqui pude ver com maior clareza cada detalhe e me encantar mais ainda com a minha trajetória. Foram meses olhando para mim, me desconstruindo e construindo a cada dia e foi por essa razão que me mantive mais quietinha, respeitando as minhas vontades e os meus instintos.

flaviaribeiro_intercambio_2018

E com um sorriso imenso no rosto hoje vejo que vivi muitos momentos lindos desde a minha chegada em Dublin até hoje e muitos deles ainda não compartilhei nesse site. Mas  tenho comigo uma listinha dessas coisas para mostrar, com fotos e dicas detalhadas que quero deixar registrada por aqui para todos que passarem por essas terrinhas seguirem e viverem um pouco disso tudo também.

Se tem uma coisa que essa experiência me ensinou e que posso deixar de lição para esse novo ano é que tudo acontece na hora que tem que acontecer e a nós basta ter paciência para entender cada processo, muita força e inteligência emocional pra seguir driblando. No final de cada etapa vemos o quanto cada passo tudo foi positivo e valioso para a nossa jornada.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *